Para acabarmos em grande a exposição Fabrico Próprio, recebemos a visita dos alunos finalistas do Curso de Pastelaria Avançada da Escola de Hotelaria e Turismo de Óbidos. Os mesmos alunos que, sob orientação do mestre Paulo Santos, colaboraram na elaboração dos protótipos expostos. E tão bem acompanhados que eles vieram! Trouxeram para degustação Mil-Folhas Finger e Papiros, duas das sugestões deixadas como resultado do workshop do projecto. Agora, com a exposição terminada, só falta espalhar os novos bolos pelas pastelarias de Portugal. Para isso contamos com o apoio do mestre Paulo Santos, para afinar o que falta afinar das receitas, e da Ferneto que brevemente dará novidades a respeito de como aprender a preparar estas delicias. Entretanto, para que a moda pegue, quem teve oportunidade de visitar a exposição e escolher o seu novo bolo favorito, pode ir pedindo-o vezes sem conta ao balcão da sua pastelaria favorita! Lembrem-se sempre da máxima pasteleira “faz-se o que o balcão pede”!
For the grand finale of the Fabrico Próprio exhibition, we had the visit of the senior students of the Advances Confectionery Course at the Óbidos Hoteling and Tourism School. These same students took part, under the guidance of master baker Paulo Santos, in the making of the exhibited prototypes. And some company they had! They brought to the tasting Finger Mil-Folhas and Papiros, two of the suggestions made during the workshop. Now that the exhibition came to an end, we just need to spread these new cakes in cake shops all over Portugal. For that we count on the support of master Paulo Santos, to perfect what is left to to improve in the recipes, and on Ferneto, who soon will let us know to prepare these delicacies. In the meantime, we hope the trend will be followed, so whoever had the chance to visit the exhibition and pick a favourite cake, you can now ask for it time and again at the counter of your favourite cake shop or café! Remember the confectionary motto: “we make what the counter asks!”